Letras Elétricas
Textões e ficções sem compromisso
by J. G. Gouvêa Atualizado em 28 de maio de 2021

O Cãozinho Pequinês

Publicado em: 04/01/2011

Um pequeno poema originalmente escrito em 1997 e baseado em um episódio real.

O cãozinho deu no jardim e ficou parado
pela morte que se apanha no mínimo tato

deram-lhe bola ou a comeu por destino
a meia-noite chegou cedo, chegou dura
com estrelas demais e menos0 promessas

assoviaram de algum lugar no escuro
o silêncio dos olhos empoçados
não se alterou nem de leve

o silvo soou como outra pedra
Arquivado em: poesia