Letras Elétricas
Textões e ficções sem compromisso
by J. G. Gouvêa Atualizado em 31 de julho de 2021

Os Mortos

Publicado em: 23/12/2009
Se os vivos ferem,
não tenhas pranto,
não queiras tanto
acidentes: por enquanto
não resolvem lágrimas.

Seque-as em outros portos
porque tudo se conserta
quando partem:
todos são felizes
quando sobram
e ninguém odeia os mortos.
Arquivado em: poesia
Assuntos: morte